Como a subida do IVA pode ser forçado a parar de treinar

Como muitos sabem, a partir do próximo dia 1 de setembro, sobe o IVA. Este imposto passará do atual 18% para 21%, aumentando o preço…

, Como muitos sabem, a partir do próximo dia 1 de setembro, sobe o IVA. Este imposto passará do atual 18% para 21%, aumentando o preço de produtos e serviços em três pontos percentuais.

Há quem pense que por três pontos que não acontece nada, ou que se trata de um mal necessário para sair da situação em que nos encontramos. O que poucos sabem é que, além do aumento, foram modificadas as diferentes categorias por que alguns produtos e serviços tributaban a 8% (taxa reduzida), e outros 4% (superreducido para bens de primeira necessidade como pão e leite).

Um dos serviços que passam ao regime geral, sofrendo um aumento de 13%, são as instalações desportivas. Se, a partir do próximo dia um de setembro sua academia vai subir os preços de 13%. Obviamente eles não poderiam carregar e suportar o aumento escrevendo-o na mesma cota que está pagando, tal e como vão fazer, entre outros, o grupo Inditex (conhecido por marcas como Zara) ou Benetton, mas, nestes casos, não têm que suportar 13%, mas um irrisório 3% se comparado.

Muito poucos ginásios têm uma margem superior a 13%, o que faz com que, em caso de suportá-lo, e não subir a taxa, não serão capazes de cobrir despesas obrigados a médio prazo a fechar. Só podem repercutir esta subida desorbitada ao sócio abrindo-se duas possibilidades, pagar 13% a mais pelo mesmo serviço, ou deixar de ir ao ginásio. Não há que esquecer que este serviço, para além dos evidentes benefícios físicos, também é usado por muitos para fugir um pouco dos seus problemas e misérias diárias provocadas por uma situação que, na maioria dos casos, nada tiveram que ver para provocarla.

Esta mesma situação se dá também em setores relacionados por sua capacidade evasora da realidade, como são os cinemas. O que nos resta, se nos removem os ginásios e os cinemas?, O que podemos fazer para tentar por um tempo, esquecer os nossos problemas? Por que o governo não teve isso em conta? Será que Realmente é necessário este aumento degenerado de 13 pontos em alguns dos poucos setores que algo de felicidade que nos seguem contribuindo? Que assim vão cobrar das instalações desportivas? Perguntas todas estas para que lhes não encontro nenhum sentido, mas, o que é Que eu vou saber eu?, sou apenas um treinador.

Ampliar a informação sobre a subida do IVA e a sua influência na taxa de academias de ginástica com esta notícia e deixe seu comentário no nosso fórum.

Comentários

Como ganhar massa muscular, quando não está treinando

No post “você Quer aumentar sua massa muscular? Acaba com as falsas crenças, e siga essa trilha” se falava de que é necessário encontrar o equilíbrio…

treinamento-ginástica-descanso-menshealth

No post “você Quer aumentar sua massa muscular? Acaba com as falsas crenças, e siga essa trilha” se falava de que é necessário encontrar o equilíbrio entre os três fatores fundamentais para ganhar massa muscular: treinamento, nutrição e descanso.

Equilibrar esses três fatores é uma tarefa que pode ser completamente diferente entre uma pessoa e outra, já que o fator genético tem um papel muito importante, assim como situações pessoais , tais como horários de trabalho, humor, atividade diária, etc.

É óbvio que fornecer o estímulo adequado ao nosso organismo através do treinamento é o primeiro. E para que o treinamento seja estímulo a programação deve ser muito específica para este fim e devem respeitar todas as variáveis de treinamento: a intensidade, o volume, a densidade e a carga necessárias.

Neste post não vou falar de programação ou de diferentes sistemas de treinamento para hipertrofia, o meu objetivo é que você está consciente de que só invertirás umas 5 ou 6 horas semanais para o seu treino, enquanto que o resto de horas necessário criar estratégias que se integrem em sua vida diária, para que esse esforço físico dê os seus frutos. Você precisa de muito mais do que o treinamento para atingir seu objetivo

Então eu proponho uma série de estratégias básicas para fora de o que é o âmbito desportivo para aumentar a resposta hipetrófica.

Estratégias de nutrição

Os treinadores pessoais, devemos ter conhecimentos sobre nutrição para aconselhar, mas se você quiser um programa mais detalhado recorrer a um profissional especializado. Dito isto, como personal trainer te dou algumas dicas.

Você deve chegar ao treino de força com bons níveis de glicose no sangue para acusar o menos possível a resposta da insulina durante a sessão. Para isso tens de fazer uma refeição cerca de uma hora antes da sessão, já que se você estiver em jejum, a resposta da insulina será mais acentuada.

A insulina tem a função anabólica, mas acima de tudo anticatabólica, são os aminoácidos que têm uma função predominantemente anabólica. O segundo conselho é que depois de seu treinamento de força tome um shake combinando hidratos de carbono (HC) e proteínas em uma proporção de 60-40 a favor dos HC.

Não te assustes! Esta proporção, nem muito menos fará com que engordes, fornece uma alta resposta hipertrófica e, além disso, ajuda a preencher as reservas musculares de glicogênio a recuperar bem para as próximas sessões.

Estratégias relacionadas com o sono e o descanso

Este é uma mensagem para aquelas pessoas que trabalham ou que saem muito à noite: não é o mesmo que ter um ciclo circadiano normal (dormir de 23:30 às 7h30 aprox.) que dormir essas 7-8 horas durante o dia.

A hormona de crescimento (GH) tem picos de liberação a cada duas horas durante o dia, mas o maior pico é durante a noite, a partir das 23:00 h aproximadamente, então, se você quiser otimizar a resposta a esta importante hormônio anabólico deverá dormir de noite, não vale dormir em qualquer fase do dia.

O sono noturno também é importante para limitar a liberação de cortisol (hormônio catabólico), já que os picos mais altos de esta são a última hora da noite e, quando estamos a ponto de acordar. Durante o dia de baixa.

Os últimos dois conselhos têm relação com o treinamento. Tenta fazer as sessões de força a meio da tarde ou para a última hora da tarde. Embora o momento natural de maior liberação de testosterona coincide com o do cortisol, o maior potencial de resposta da testosterona ocorre quando se treina a essas horas da tarde.

E por outra parte, não se esqueça do treino de membros inferiores. Além de tentar alcançar uma estética mais offset e harmoniosa possível, deve saber que a liberação hormonal que ocorre ao treinar os grupos musculares das pernas e quadril vai influenciar em todo o seu organismo. Sim, é claro! A nível hormonal, o treino de perna influencia a musculatura peitoral, dorsal, etc.

BIBLIOGRAFIA:

Garcia Lopes, D. (2016) “Otimização de ambientes hormonais para o ganho de massa muscular” . Retirado em 20 de Novembro de 2016. http://www.g-se.com

Facebook Comments

Como cumprir (de verdade) os propósitos de ano novo

Quantos anos você leva a querer deixar de fumar no início do ano? Quantos Pais Noeles e Reis Magos lhe trouxeram material esportivo para entrar…

propósitos-2017

Quantos anos você leva a querer deixar de fumar no início do ano? Quantos Pais Noeles e Reis Magos lhe trouxeram material esportivo para entrar em forma, aumentando a custa de janeiro? Quantas vezes você já se apontou para o inglês? Quantas você proposto comer de forma saudável? E o que é igualmente significativo: há quanto tempo você levou em abandonar esses propósitos de ano novo?

Gostaria de saber há que se anotar todos os anos a algo, e logo o abandone?

Bem, as pessoas comuns sabem muito melhor o que não querem em suas vidas do que o que você realmente quer. Todos nós sabemos muito melhor o que não queremos. Por exemplo: não queremos olhar barriga ao olhar no espelho, não queremos asfixiarnos ao subir uma escada, não queremos pagar as aulas e depois não ir…

Este é o primeiro erro de iniciante, antes de transformar-se em mega-monstro dos objetivos. Porque um objetivo formulado em negativo produzirá resultados negativos. Se nos perguntamos “será que sou capaz de não pensar em um porco voando?”, o que pensamos? Pois com os objectivos passa igual. Mas, na realidade, é muito fácil dar-lhes a volta.

Não ter barriga = ter abdominais visíveis

Não asfixiarme quando subo a escada = melhorar o meu cardio

Não faltar às aulas de inglês = melhorar o meu nível de conversação

Quando perguntamos a qualquer pessoa aleatória que se proponha um objetivo (propósito) você pode dizer: deixar de fumar, ir ao ginásio ou se inscrever para o inglês. Os propósitos de ano novo por excelência! Mas por que esses propósitos não passam pelo filtro dos objectivos inteligentes? Este filtro é o acrônimo SMART, e encerra os segredos de como deve ser um objetivo. Como se de uma conversa imaginária com alguém que pergunta por um desses propósitos, vamos ver o que significam:

SpecificEspecífico, os objetivos devem ser específicos.

  • Com isso, de ir ao ginásio, o que pretende alcançar, exatamente?
  • Pois… perder a barriga, não ter barriga.
  • Bem, como você pode colocar isso positivo?
  • Ter os abdominais marcados
  • O que quer conseguir isso?
  • Para estar melhor ver (esse é o verdadeiro objetivo, na verdade)

Mensurável, Mensurável, deve haver alguma forma objectiva vista à sua medição e saber que foi realizado.

  • Como você saberá que está começando a ficar melhor ver?
  • Pois que possa usar um furo mais de meu cinto
  • Qual seria o primeiro passo para aproximar-se para isso do cinto?
  • Apuntarme ao ginásio.
  • Muito bem! Aqui sim, aqui é um passo em vez do típico finalidade. Qual será o segundo passo?
  • Quantas vezes por semana seria o ideal?
  • Quatro vezes.
  • O que o treinamento seria o mais adequado?
  • Pois me disseram que fazer treinos tipo HIIT…

Achievable Possível, os objetivos devem poder ser executadas. Nem muito fáceis nem muito difíceis.

RealisticRealista, devem ajustar-se à sua realidade pessoal.

  • Como são seus semanas? Você tem quatro dias por semana para treinar?
  • Bom, talvez melhor, três… (aqui começa a se ajustar à realidade)
  • Você sabe como ele treina em HITT?
  • Pois a verdade é que não.
  • Quem pode recorrer para conseguir isso?
  • Bom, eu posso ler Men’s Health ou consultar com um treinador…..

TimeProgramado no tempo, que propor-lhe um prazo fechado. Como aqui a quanto tempo você gostaria de estar melhor ver?

Podemos fazer o mesmo com qualquer um dos propósitos típicos e que, no fundo, são muito gerais e pouco específicos, pois quando os temos em migalhas é mais fácil de colocar o primeiro tijolo para construir isso que nós queremos.

Uma vez que você tenha redefinidos os teus propósitos de ano novo, eu recomendo que você tenha, por escrito, e, se possível, torná-los públicos, tuitéalos, ponha-os no seu mural do Facebook… Quando o compromisso é público, você vai pensar duas vezes antes de te passar para trás.

Como criar uma lista de tarefas

Pode parecer uma besteira, mas é mais difícil do que você pensa. O grande problema de administrar o nosso fluxo de trabalho em listas de tarefas…

Big ChecklistPode parecer uma besteira, mas é mais difícil do que você pensa.

O grande problema de administrar o nosso fluxo de trabalho na lista de tarefas é que, no sobrecargarlas com tudo o que temos pendente perdemos a confiança nelas, tornam-se muito difíceis de administrar. Com uma lista de 5 a 10 tarefas, você pode saber qual é o próximo a fazer, com um único olhar, mas com uma de 50 já não.

Minha primeira recomendação é que não gerir o seu fluxo de trabalho com uma única lista. Existem métodos como o GTD (Get Things Done , ou Faça com que as coisas se façam) cujo espírito é semelhante ao da lista de tarefas pendentes, mas acrescentando um grau de complexidade mais elevado, o que permite controlar os problemas causados pelo excesso de diferentes tipos a sua actividade através de um sistema de múltiplas listas e estabelecendo critérios de filtragem. No entanto, para ser introduzido a esse sistema, há necessidade de controlar uma das bases para o fazer listas…

Não faça listas de tarefas, melhor divide a sua atividade e ações. Qual a diferença? Uma atividade é uma ação física indivisível. Imagine que você precisa levar seu carro à oficina, tem certeza que você só precisa de levar até a oficina e deixá-lo?, primeiro devo ligar e ficar com o mecânico quando levá-lo e saber o que levar em revê-lo parar de buscá-lo, para isso, devo ter localizado o seu telefone, e se eu não tenho oficina devo procurar um, para não falar de encontrar alternativas de transporte, se esse é o caso… Este nível de detalhe nos permite desgranar a dificuldade real da tarefa e evitar tarefas. Outro benefício é evitar deixar tarefas inacabadas. Dividida em ações facilita começar e terminar cada um dos apontamentos da lista em ações. Se você acha que isso pode atirar o tamanho de sua lista, trabalha com uma lista de tarefas + várias listas de acções que detalhe a actividade a realizar para cada uma delas.

Edita cada um dos apontamentos em sua lista com uma definição concreta que descreva a tarefa a realizar. Não é o mesmo “Chamar João” que “Chamar João (699-999-999) para falar do relatório mensal de vendas”, de um relance, sabemos o que fazer, com quem e dispondo das informações necessárias para fazê-lo no momento. Queremos evitar sermos distraídos olhando para o telefone, ou o que quer que seja, para se dedicar de coração a executar a ação. O outro ponto-chave é não acabar intrigados e pensando que tínhamos que chamar João, embora nós concordamos em poucos segundos o fato de poder passar para a ação ao ato ajuda a manter a atenção e o flow.

Procura um suporte para levar a sua lista de ações mais imediatas. Escritas em seu caderno ou em seu smartphone. Em um post anterior, se falava da importância de coletar e se aconselhava levar sempre consigo um bloco de notas e uma caneta para anotar tudo o que lhe viesse à cabeça. Você pode usar o blog para levar o registro de tarefas a realizar, por um lado, o bloco escreve suas ideias e, por outro, você administra sua lista de tarefas. Se você trabalha em formato papel, eu recomendo riscar as tarefas/ações ao terminá-la e reformularlas se ficam inacabadas. Voltar a marcar com uma descrição mais adequada, para o que resta por fazer. Do mesmo modo, no final do dia volta a recompor a lista com as ações do dia seguinte e as que ficaram pendentes.

Cria uma lista B, ou auxiliar. Se sua lista de ações é muito extensa e se desmotiva, ou se confunde, cria uma lista mais reduzida com um monte de trabalho a fazer durante o dia. Uma vez terminado, você pode voltar a criar uma mini-lista com outro lote de tarefas. Costuma ser uma medida bastante eficaz para aqueles dias em que o que for, você tem dificuldade para trabalhar.

Eu acho fascinante ver como na época em que vivemos, as aplicações que temos em smartphones ou em nosso computador para controlar a nossa actividade seguem o princípio de que a lista de actividade que se vai descomponiendo em tarefas, subtarefas e estas são organizados em unidades, como projetos, planos diários de trabalho… mas a verdade é que o mais básico, às vezes, é o que melhor funciona

Facebook Comments