GTD. Planejamento natural para suas férias

GTD. Planejamento natural para as suas férias. GTD te ajuda a planejar seus projetos de forma mais ajustada à realidade. Aplique-o a suas férias

férias-praiaVerão, sinônimo de viagens e atividades sem fim, e, por extensão, de seu planejamento. Continuo a série de post sobre GTD com o sistema de planejamento natural que te ajudará a preparar os seus projetos (de qualquer natureza) acercándote mais o que você quer fazer o que acha que deve fazer.

  1. Procura o propósito de seu projeto. O que é o que eu pretendo com esta atividade? Trata-Se de organizar umas férias, de tirar o maior partido do lugar onde eu vou, de passar o tempo e se divertir com meus amigos, ou de aproveitar o tempo para fazer tudo o que eu não tive tempo de fazer durante este ano… Ao preparar as férias tendemos a confundir os vários desses propósitos, de fato, nem sequer paramos para pensar sobre isso.
  2. Definir uma meta. Costumamos confundir o objetivo do projeto com o relatório final resultante. No caso das férias de verão, contar com todo o necessário para iniciá-los (reservas de hotel, o meio para a viagem até o destino, decidir o que fazer…). Define uma visão de sucesso, o Que tem que acontecer para que as férias se transformem em um sucesso? Enumerar os fatores ajuda a criar uma lista de controle para rever uma vez finalizado o projecto, ajudando-o a analisar de forma objetiva, se foi alcançado o que se perseguia.
  3. Chuva de ideias. Enumerar tudo o que tem que ver com o projecto, sem recorrer a visão crítica. Não nos limitaremos a criar uma lista de tarefas a realizar, isso já virá, através da chuva de idéias ou a criação de um mapa mental, desglosaremos todos os conceitos relacionados com o projecto, sem definir com que ficamos e que é deixado de fora.
  4. Aplicar o filtro crítico. Agora definimos que fica dentro do escopo do projeto e que não. Organizamos os diferentes conceitos a ter em conta em grupos que posteriormente se transformarão em projetos a realizar, e que se ocuparam de dar resposta a cada questão colocada, para completar o processo. Quanto às férias certeza que vamos dirigindo grupos relacionados com as atividades, o alojamento, a coordenação entre os participantes, a viagem até o destino, os temas relacionados com os meninos que nos acompanham…
  5. Definir as ações a executar. Até o momento temos trabalhado com ideias, agora as traduziremos a ações e definir os projetos a realizar. Cada um dos conceitos anteriores, ou áreas de interesse, acabarão divididas em peças (projetos) gerenciáveis por diferentes membros do grupo que participará do curso. Acabamos decidindo que peça cabe fazer a cada membro do grupo e quais são as ações que você deve tratar cada um. Uma divisão racional de atividade que nos permite uma melhor execução e posterior acompanhamento.

Nos conformamos em enumerar e completar tarefas sem parar de nos perguntar o que queremos de verdade. Se vai de férias levam livros para ler na mala, sem planejar atividades para fazer com seus filhos, ou como passar o tempo com seus colegas, além da praia e a festa noturna… Acabou ficando com a sensação de não ter tirado todo o proveito possível dos dias de descanso e diversão… Talvez planejamento natural capaz de ajudar a concretizar e completar umas melhores férias, não acha?

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *