FIBO 2012, a feira do fitness e musculação

Este passado fim-de-semana teve lugar a feira de Fitness e Bodybuilding em Madrid, mais conhecida como a FIBO. Nesta edição se pretendia…

Este passado fim-de-semana teve lugar a feira de Fitness e Bodybuilding em Madrid, mais conhecida como a FIBO. Nesta edição se pretendia recuperar o prestígio perdido em edições anteriores, onde os expositores cada vez eram menos, bem como as atividades propostas. Se bem é verdade que ainda está a anos-luz da ISPO em Munique, também não cumprem o mesmo objetivo, já que esta última, além de congregar profissionais de toda a Europa, também atende todos os esportes, não só Fitness.

Sendo críticos, devo dizer que senti falta de alguns expositores, mas estou quase certo que não foi por decisão ou culpa da organização. Dentro dos que deveriam ter estado, o grande ausente foi, sem dúvida, a Life Fitness. Não entendo como pode haver uma feira dessas características e que marcas como a Life Fitness e Hammer Strength não estão presentes.

Além disso, fiquei com vontade de ver os power rack, pneus de Keiser, ou as máquinas de agachamento para avaliação da potência máxima desenvolvida esta mesma marca. Também senti sua falta, a que pode ser a melhor fita de correr até a data, o modelo Curve de Woodway, cujos distribuidores no país também não estavam presentes na feira.

Não obstante, nesta edição, começaram a recuperar-se de alguns detalhes perdidos nos últimos anos. Voltaram figuras de reconhecimento internacional como Johnny G, o criador de Kranking, e houve master classes de instrutores, como Davi, Poços ou Kim Forteza, entre outros. Além disso, pela primeira vez se tornaram os “Prêmios por um mundo mais fitness”, onde se reconheceu o trabalho de todos aqueles que de alguma forma têm inspirado a seus leitores, clientes ou usuários a manter um estilo de vida mais saudável mão do esporte. Vendo este tipo de iniciativas, inexistentes até a data, tudo faz pensar que o próximo ano será melhor ainda.

No próximo post falarei sobre os produtos que vi e que me chamaram a atenção, pois, se bem que senti falta de algumas marcas ou produtos, também me chamaram a atenção agradavelmente outras. Um sistema parecido com o TRX, mas de menor custo, cerca de discos quando menos engenhosos, um power rack que assustaria a uma matilha de pit bulls por sua magnífica estrutura, sistemas de polias duplas de projeto grande e barato para ser um Dual Adjustable Polia, ou não, os reis de todas as feiras, os sistemas pneumáticos de Keiser com medição da potência desenvolvida, entre outros.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *