Destino Etiópia – Titãs do Deserto

Não, não vamos nos Etiópia. ¡¡Já gostaríamos, já!! O título do post se deve a Pedalada Solidária em que participamos…

Não, não vamos nos Etiópia. ¡¡Já gostaríamos, já!! O título do post se deve a Pedalada Solidária em que participamos no passado fim-de-semana. Cerca de 200 pessoas pedaleamos um total de 36 km pelas montanhas de Vilanova i la Geltrú, em uma prova que organiza o Clube Open Natura em parceria com a ONG Destino Etiópia, em benefício de diversas escolas rurais da Etiópia.

A citação temos bastantes adeptos das provas do Open BTT Tour que, além disso, conhecemos pessoalmente os responsáveis de Destino Etiópia. A do domingo era uma festa popular apta para todos: houve um curto circuito, circuito longo e uma prova especial para os mais pequenos. Postos de refresco, controles, ambulâncias e bocatas de credibilidade na chegada… Tudo como nas outras pedaladas, mas desta vez o dinheiro arrecadado (12 euros por pessoa, de 6 euros para a pedalada familiar, mais o que contribuíram com diversos patrocinadores) enviava diretamente para os mais necessitados da Etiópia.

Houve quem expulsou menos uma maior participação. Alguns atribuídos à crise. Outros à quantidade de eventos desportivos que têm proliferado nos últimos anos e a concorrência que se dá entre eles o já sobrecarregado calendário. Eu me decantaría mais pelo fato de que no dia seguinte era feriado e muita gente foi de ponte. A outra possível explicação é que, por se tratar de uma festa esportiva de caráter popular e o ambiente familiar, e não de uma competição exclusiva –nestas provas não há tempos, nem batata frita, nem medalhas, nem classificação–, alguns bikers cresse que iriam se cansar sobre a bicicleta. Mas o circuito não decepcionou ninguém. Os itinerários do Open BTT Toursão mais proprietário, o que alguns acreditam. É verdade que não são excessivamente longos e é certo que vão fãs de mountain bike de todos os níveis, mas todas as provas de seu extenso calendário estão cheias de trechos emocionantes, trilhas, trialeras… Sem cronômetros, mas com espírito de mountain bike.

Comentários FacebookSergio Fernández TolosaEscrito por Sergio Fernández Tolosa

Jornalista, aventureiro, escritor & “bunda de mau lugar”. Barcelona, estabeleceu-se no bairro de Gràcia, mas nômade por natureza. 42 anos. Gosta de ler, correr, pedalar em todos os lugares, subir montanhas, olhar mapas, realizar as viagens que sonha… A aventura que mudou sua vida? Atravessar de bicicleta, e na paciência os sete desertos maiores e mais emblemáticos do mundo: Austrália, Atacama, Mojave, Namibe, Kalahari, Gobi e do Sahara. Pedaleó 30.000 km durante quatro anos e aprendeu que os desertos são mais do que lugares vazios e planícies inertes. Todas as suas peripécias aparecem no livro 7 desertos com um par de rodas, com mais de 200 fotografias que ele mesmo fez durante as sete expedições. Este blog que começou quando ele se preparava para participar da Titan Desert compartilhando tandem com o castelhano. Superado o desafio, surgiu um outro, e depois outro, e mais outro… e aqui ela nos conta. Seu web site pessoal é www.conunparderuedas.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *