Declaração de intenções – Titãs do Deserto

Começa o ano cheio de boas intenções. As pessoas vão mais ao ginásio que, no bar, comprar fruta e legumes frescos, bebe água… Minhas boas…

Penedos no caminho

Começa o ano cheio de boas intenções. As pessoas vão mais ao ginásio que, no bar, comprar fruta e legumes frescos, bebe água… Minhas boas intenções são pedalar onde puder. É o objetivo e o sonho para o ano: Trilhas do Diable, o Titan Desert, Pedais de Leão, BI6000, Iron Bike… O que quer que seja. E nesta busca de motivações desportivas eu só descobri de que está a ponto de nascer uma nova carreira: é a Transpyr 2010.

Site oficial contém apenas nada, mas você pode se inscrever para receber mais informações à medida que avançar o projeto. De momento, temos isto:

“Para a primeira edição, que será realizada no verão de 2010, a organização estuda diferentes formatos, sempre com a Travessia dos Mares como protagonista: do Mediterrâneo ao Atlântico em 9 etapas, cerca de 1.000 km de percurso e mais de 20.000 metros de desnível acumulado. Contempla-Se a partir de uma edição 0 não competitiva -uma marcha por etapas – a própria competição ou soluções mistas. Também é valorizada a oferecer alternativas complementares à Travessia dos Mares para abrir-se a uma maior participação e possibilitar a experimentar pessoalmente para ousar com o formato longo seguintes edições”.

Sobre as datas, estimam que será no final de junho, quando os dias são mais longos. Na minha humilde opinião, e baseado no tempo que eu tinha na minha primeira transpirenaica, que fiz nas mesmas datas, acho que julho seria melhor época. Apesar disso, eu já apontado em meu recém-lançado livro de endereços. E com caneta.

Comentários FacebookSergio Fernández TolosaEscrito por Sergio Fernández Tolosa

Jornalista, aventureiro, escritor & “bunda de mau lugar”. Barcelona, estabeleceu-se no bairro de Gràcia, mas nômade por natureza. 42 anos. Gosta de ler, correr, pedalar em todos os lugares, subir montanhas, olhar mapas, realizar as viagens que sonha… A aventura que mudou sua vida? Atravessar de bicicleta, e na paciência os sete desertos maiores e mais emblemáticos do mundo: Austrália, Atacama, Mojave, Namibe, Kalahari, Gobi e do Sahara. Pedaleó 30.000 km durante quatro anos e aprendeu que os desertos são mais do que lugares vazios e planícies inertes. Todas as suas peripécias aparecem no livro 7 desertos com um par de rodas, com mais de 200 fotografias que ele mesmo fez durante as sete expedições. Este blog que começou quando ele se preparava para participar da Titan Desert compartilhando tandem com o castelhano. Superado o desafio, surgiu um outro, e depois outro, e mais outro… e aqui ela nos conta. Seu web site pessoal é www.conunparderuedas.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *