As mountain bike são para o outono

Dizem que as bicicletas são para o verão, mas todos sabemos que se a pessoa quer pedalar na natureza, as outras estações do ano também…

Dizem queas bicicletas são para o verão, mas todos sabemos que se a pessoa quer pedalar na natureza, as outras estações do ano, também têm o seu charme. E de todas, o outono é uma das mais agradáveis para sair do caminho: as cores da floresta, o fresco da manhã, a umidade e os aromas que deixam as chuvas na paisagem, cogumelos que surgem, como por arte de magia por todos os lados… Como prova disso, o fim de semana que passou , dando a Volta à Peña Montañesa, no Sobrarbe aragonês, com o Clube BTT Open Natura.

Panorâmico instante inesquecível Maxi Avalanche, com ¡¡¡18 km seguidos de emocionantes trilhas e trialeras!!! (Foto: Jordi Calsina, Clube BTT Open Natura).


ZONA ZERO BTT – PIRINEUS AINSA
Tudo começou no dia em que a Transpyr 2013 nos levou até Ainsa por um caminho interminável. Naquele dia, estávamos realmente cansados, mas o desfrutamos como se acabásemos de subirnos de andar de bicicleta. Atravessamos a meta eufórico.

O passo seguinte foi o de informar-nos sobre aquela rota que nos fizera lembrar porque prácticamos mountain bike. E muito em breve, um teclado na mão, encontramos um pequeno grande tesouro em forma de Centro de BTT dedicado ao “enduro”. Ao ver este vídeo, ficamos totalmente encantado. Enviamos para nossos amigos do clube e as respostas não tardaram em chegar. Ninguém queria perder.

PARAÍSO DO MOUNTAIN BIKE MAIS “ENDURERO”
A ideia era dar a volta completa à Peña Montañesa, partindo de Campo e fazendo escala em Informática. Para isso, aproveitamos alguns tracks para GPS que encontramos no wikiloc, a que fizemos algumas variações. O itinerário final poderia ser feito em uma única jornada, mas nós preferimos tomá-lo com mais calma, parando para tirar fotos, a comentar a jogada e desfrutar da companhia. Assim, gostaríamos de Informática já foram comidos, em uma hora perfeita para nos dar um chuveiro, tomar umas cervejas, esticar as pernas para o centro velho, asomarnos os panoramas que se vêem em suas muralhas, e, claro, saborear a gastronomia local.

O resultado foi um fim-de-semana motociclista de campeonato, com uma primeira fase em que pedaleamos por toda classe de paisagens e tipos de caminhos, e nós apreciamos especialmente dos 18 km de trilhas que há entre a Collada e Ainsa, seguindo a nova rota “Maxi Avalanche” do centro de BTT. No domingo, por causa do tormentón que caiu a primeira hora da manhã, tivemos que variar o percurso previsto ligeiramente –adicionando alguns trechos de asfalto para evitar as rieras inundadas por que tínhamos pensado circular–, mas a improvisação –e os mapas topográficos do GPS– também nos permitiu descobrir uma série de caminhos extraordinários em que passamos muito bem.

peña montañesa

Informações práticas Volta a Peña Montañesa
Etapa 1: Campo – Informática (44 km & 1.300 m+) >> track para GPS
Etapa 2: Informática – Campo (43 km & 1.200 m+) >> track para GPS
+ info de outras rotas dos arredores de Informática: www.bttpirineo.com

Com os amigos e amigas do Clube BTT Open Natura, no Outeiro de Cullivert (1.471 m).FacebookSergio Fernández TolosaEscrito por Sergio Fernández Tolosa

Jornalista, aventureiro, escritor & “bunda de mau lugar”. Barcelona, estabeleceu-se no bairro de Gràcia, mas nômade por natureza. 42 anos. Gosta de ler, correr, pedalar em todos os lugares, subir montanhas, olhar mapas, realizar as viagens que sonha… A aventura que mudou sua vida? Atravessar de bicicleta, e na paciência os sete desertos maiores e mais emblemáticos do mundo: Austrália, Atacama, Mojave, Namibe, Kalahari, Gobi e do Sahara. Pedaleó 30.000 km durante quatro anos e aprendeu que os desertos são mais do que lugares vazios e planícies inertes. Todas as suas peripécias aparecem no livro 7 desertos com um par de rodas, com mais de 200 fotografias que ele mesmo fez durante as sete expedições. Este blog que começou quando ele se preparava para participar da Titan Desert compartilhando tandem com o castelhano. Superado o desafio, surgiu um outro, e depois outro, e mais outro… e aqui ela nos conta. Seu web site pessoal é www.conunparderuedas.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *