Aprenda a governar seu dia-a-dia

Eficácia é ter o controle de sua rotina, saber onde você está indo, fazer as coisas com intenção. Se você perdeu as rédeas natural. não precisa de limar com uma simples diretrizes

trabalho-stress-escritório-menshealth
Você gosta do que faz e sente-se mais ou menos feito, mas mesmo assim ainda saturado, transbordava para o dia-a-dia. Sem saber como seus dias se torcem de forma reiterada, quase nunca chegar às metas diárias fixadas. Para dar um impulso a sua eficácia pessoal, você deve aprender a governar seu dia-a-dia.

“Chego ao escritório, eu iniciar o computador e leio os e-mails que me têm chegado. Cada dia eu encontro algum pedido de um cliente ou de meu chefe que me revientan o plano de trabalho. Eu perco uma hora respondendo a e-mails e resolvendo esse assunto chave. Mas depois retomar minha jornada, já não o faço, nem o humor, nem com a energia que tinha a primeira hora.”

“Estou cansado! Eu Me sinto como um curinga, atendendo a pedidos de amigos e colegas. Acreditam que estou à sua disposição demoram namoro, de forma reiterada ou impõem hora e dia para fazer planos.”

Não me digas que não te soa alguma destas situações (ou todas). Vivemos de uma forma excessivamente reativa. Nossos negócios e, finalmente, nossas vidas são condicionadas pelas agendas de outras pessoas ou de nós mesmos, através da facilidade com que perdemos tempo com interrupções e distrações autogeneradas.

Perdemos as rédeas de nossas vidas

Não se trata de que alguém como o chefe ou aquele colega de trabalho com excessivo caráter tenha tomado as rédeas de seu dia-a-dia sem a sua permissão. Em algum momento você se relaxado e as soltou.

Também não se trata de um problema de falta de personalidade ou um excesso de ingenuidade. Apenas mudou o mundo em que vivemos. O número de assuntos que requerem a nossa atenção não para de aumentar e nos transborda, questões formais relacionados com as suas responsabilidades ou outros problemas decorrentes do estado de conexão permanente em que vivemos.

Nos sentimos sobrecarregados, afogados. Perdemos a perspectiva e passamos a atender cada questão que se apresenta, de imediato, tentando evitar o transbordamento. Sem ter em conta o custo de oportunidade perdida e deixando de lado qualquer preparação estratégia preparada “a priori”.

Eficácia é a intenção e pró-atividade

Trata-Se de viver de levar a batuta e de viver uma vida mais intencional. Dirigir aprendendo a refletir sobre a importância de cada questão que chama a porta e tratar simplesmente do que o necessário, atrasando ou eliminar o resto.

Você não pode fazer tudo o que deseja e pede. É mais importante decidir que você não vai fazer e estar à vontade com isso priorizar entre a sua lista de tarefas pendentes.

Quando falo de eficácia pessoal eu faço muito a atenção para os hábitos. Acima de truques ou sistemas, implantar novos hábitos permite moldearte a si mesmo através de pequenas mudanças.

Porém, antes de mudar de hábitos é necessário mudar a mentalidade e as crenças que acumulamos ao longo dos anos. Ser conscientes de como agimos e nos abrirmos para a possibilidade de dar novas respostas para os problemas que nos transbordam.

A capacidade para deixá-lo para mais tarde

Somos escravos da resposta imediata. É uma forma de dar saída a um e-mail, um pedido de um companheiro ou um assunto delegado pelo chefe… Ter alguém esperando por uma resposta gera insegurança e desconforto, no entanto precipitarnos na resposta cria compromissos que não foram valorizada o suficiente.

Atrasar a ação dá tempo para terminar, ou requisitar, o que se tem entre mãos. Permitindo responder com a cabeça fria:

  • Meu companheiro precisa que lhe conte como funciona o software corporativo. Precisa ter concluído um relatório ao final da manhã e me pega a ponto de ligar para um cliente…

Sou simpática, lhe ela sorriu, disse-lhe a minha situação, lhe emplazo dentro de uma hora e peço para que se comece a olhar para o app anotándose as dúvidas em forma de perguntas concretas.

  • Meu chefe me carga com uma nova tarefa, mas estou com outra questão encomendada por ele mesmo a tarde anterior.

O melhor é falar com ele, contrastar planos de trabalho e saber o que é o mais importante agora mesmo.

O mesmo acontece com atividades que costumam afetar o plano de trabalho ou atividade fixado anteriormente. Tentamos, com isso, minimizando o seu efeito negativo:

“Em vez de revisar o correio a primeira hora eu vou a meio da manhã. Câmbio o momento e a forma, lhe prestou a maior atenção a cada e-mail, se há alguém que precisa de uma ação imediata, o que faço, mas, em caso contrário, os leio com calma, me marcou quais ações executar e envio para meu aplicativo para gerenciar o trabalho ou para a agenda.”

Do mesmo modo que a acumulação de pequenos comportamentos erráticos, causando sensação de transbordamento e estresse, movimentos mínimos na direção certa nos livram e melhoram a situação.

Marcas suas próprias prioridades

A eficácia pessoal requer de objectivos, prioridades semanais e o seu plano de trabalho diário… Sendo consciente dessas metas sabe o que é o mais importante, permitindo-lhe ter uma referência clara para governar o momento presente.

Parar para pensar um segundo se pode abandonar o que você está fazendo para se dedicar a sua atenção para uma nova solicitação.

Exposto nestas linhas é a parte funcional necessária para evitar sentir-se sobreposto pelo cotidiano. Os princípios. Há uma série de fatores que permitem potenciar esta atividade, dos quais falaremos na segunda parte.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *