A importância da higiene postural

Manter uma boa higiene postural é fundamental para ter um bom desempenho esportivo

higiene-posturalOK, Como já deve saber, qualquer descompensação em seu corpo pode ter consequências em todo o organismo. Tudo está relacionado entre si. Nenhuma parte do corpo funciona sem a ajuda de outra. E nenhuma funciona isoladamente, por si só, sem gerar adaptações pelo bom ou mal funcionamento de outros.

Por esta razão é tão importante manter sempre uma boa higiene postural. Neste caso, vou me referir a articulação temporomandibular-mandibular (ATM). Temos dois, um de cada lado, e articulam com o osso temporal do crânio (dos lados) e a mandíbula. Portanto, atuam equilibrando o crânio sobre a parte cervical da sua coluna vertebral (acima de tudo).

Uma lesão a nível cervical pode afetar a ATM e vice-versa. Uma má higiene postural a nível cervical acionado, sem dúvida alguma, disfunções na ATM. Se você tem uma má oclusão dentária (fechar mal da boca), seja porque não tem os dentes bem posicionados ou porque você está forçado psiquicamente e apertam forte seus dentes continuamente, durante o dia e/ou quando você dorme, seus ATM trabalharão de forma anormal e a musculatura de todo o teu corpo será descompensada e, portanto, pode gerar dores até em um joelho.

ATMQuando esta articulação funciona de forma incorreta se você pode gerar a síndrome da ATM, tendo como consequência dores de cabeça, dores de pescoço, costas, em qualquer nível, problemas com a mastigação e, por conseguinte, problemas digestivos, problemas em seu equilíbrio (pensa que o ouvido interno está localizado no osso temporal e problemas visuais. Ter este tipo de doenças físicas podem desencadear ter problemas psíquicos, tais como irritabilidade, ansiedade, estados depressivos, a diferentes níveis. Ainda, como dado curioso relacionado com a ATM, eu te direi que, em um caso extremo desta articulação pode chegar a bloquear na posição aberta ou fechada. Ainda me lembro há cerca de 14 anos, em um campeonato de Espanha de Futebol, como um dos meus companheiros de equipe, enquanto estávamos sentados em um sofá do hotel de concentração, ele ficou de boca aberta sem poder fechá-la. O fisioterapeuta da equipe, que estava por perto, viu-o e começou a massagear a mandíbula e o crânio. O médico do grupo deu um relaxante muscular e o problema foi resolvido, momentaneamente, síndrome da ATM. E digo momentaneamente, porque, se te dói a cabeça, por exemplo, por um problema de ATM (que não é o único motivo, nem muito menos de uma dor de cabeça), fazer uma massagem só será um patch. O melhor que você pode fazer é compensar as cadeias de seu corpo, indo à essência de como funciona o seu corpo, e resolver os problemas, desde a verdadeira raiz. E como isso é feito? Pois indo ver pelo menos duas vezes por ano a um dentista, como recomendação geral e pasándote pela consulta de um fisioterapeuta-osteopata. É evidente que um problema em seus ATM tem consequências diretas em seu rendimento físico-esportivo.

Vou dar um exemplo ainda mais claro, a modo de conclusão, relacionado com o esporte. Eu acho que você vai se lembrar para um jogador brasileiro que passou pelo F. C. Barcelona há alguns anos. Era o caso de Rivaldo. Este jogador, em sua primeira etapa, começou a ter fortes dores de cabeça enquanto juagaba os partidos. Os jogadores de futebol da primeira divisão estão sujeitos a muita pressão mental. Se, além disso, considerar que, por exemplo, Rivaldo masticaba chiclete, ainda enfatizas mais as possibilidades de ter todos os tipos de problemas mecânicos e mentais em seu corpo por causa de forçar as ATM. Quando identificaram o problema, pois não era outro que o chiclete, acabaram-se as dores no seu caso. Se quiser render ao máximo de suas possibilidades e ser a melhor versão de si mesmo, sem lugar a dúvidas, não se esqueça de passar pela consulta de um dentista, fisioterapeuta-osteopata, médico desportivo e/ou até mesmo um psicólogo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *