9 erros que comete ao perder peso

Há pouco mais de dois meses que as férias de verão terminaram para muitos. Até há pouco tempo, mesmo que ainda muitas pessoas vivem da lembrança…

Há pouco mais de dois meses que as férias de verão terminaram para muitos. Até há pouco tempo, mesmo que ainda muitas pessoas vivem da lembrança de tudo o que viveram, em Agosto. Mas agora, já engajados de corpo e alma na temporada profissional e obrigações pessoais, aumenta o estresse e a pessoa começa a pensar no que se fez algo no ginásio, por pouco que seja, já se deve notar a estas alturas do ano. Mesmo os que não tenham começado, pensam em coisas como começar qualquer dia a furar espancamentos desumanas de duas horas por dia em uma academia de ginástica, fazendo aulas de spinning ou correndo no parque mais próximo de casa. Em seguida, vou explicar porque esse comportamento, junto a outros oito, é um crasso erro ao tentar perder peso.

Pensar em perder peso

  • Você não deve pensar quanto pesos, se não, de que pesos. Concentre-se em reduzir o seu % de gordura, gradualmente, mês a mês, adquirindo bom hábitos de exercício físico e alimentação. Uma vez adquiridos os hábitos, a sua tendência será chegar ao seu peso ideal, com um % de gordura ideal e gozar do bem-estar próprio de cuidar da sua saúde, mais cedo ou mais tarde.

Obsesionarte com a balança

  • O seu peso pode estar condicionado a vários fatores, se você obsesionas pela balança. Por exemplo, se você está perdendo gordura e ganhando massa muscular em vez do seu peso absoluto não será um bom indicativo de melhora. Pode afetar a hora do dia a que se pesos um dia ou outro, se você refeição antes ou não, se o fizer com roupas ou nu, entre outros fatores. Pésate sempre nas mesmas condições e não o faça de cada dia. Você pode fazê-lo a cada 15 dias ou até mesmo uma vez por mês. Se o seu peso diminui, porque seus hábitos de vida são melhores, o seu peso irá diminuir ou sim, independentemente dos fatores que eu citei antes. Antes que obsesionarte com o seu peso deve ter em conta, também, que o peso não é o único parâmetro em que você deve estabelecer. Aconselho-Te que primeiro se colocar no bem, que você se sinta fazer exercício, na melhora da flexibilidade, força nos exercícios, resistência, equilíbrio, coordenação nos exercícios e tolerância ao esforço. Pode também medir a sua frequência cardíaca em repouso, o que irá baixando se és regular treinando ou na redução de seu perímetro do quadril, abdome, braços, pernas.

Passar de 0 a 100, ou, o que viria a ser o mesmo, de não sair de sua poltrona, a pretender treinar duro cada dia

  • Os hábitos se adquirem pouco a pouco e trazándote objectivos realistas. Se seus objetivos são muito ambiciosos, a única coisa que conseguirá será frustrarte e, por último, abandonar a prática de exercício. Mesmo que você não deve pretender passar de alimentarte muito mal, a fazê-lo completamente bem, no dia seguinte. No treinamento, há dois princípios de treino que você não deve ignorar. Estas coisas são o princípio de carga progressiva e de estímulo eficaz. E são tão lógicos que não querem dizer outra coisa:você Deve começar com a dose mínima de exercício físico (para a intensidade adequada) e ir subindo, pouco a pouco, quando o corpo se solicitado. Começa por tirar dois dias por semana, 1 h entre o total de aquecimento, parte principal e volta à calma por sessão. Depois de um mês, sobe para três dias. Com três dias, bem planejados, você terá o suficiente. Por outro lado, dir-te-ei que o Colégio Americano de Medicina Esportiva (ACSM) aconselha 3 dias de exercício cardiovascular, vigoroso e 2 de força por semana. Pouco a pouco, pode ir aumentando os dias e ir implementando os hábitos de exercício físico saudável à sua agenda. Lembre-se que deverá ser a sua saúde e o equilíbrio e, em seguida, todo o resto.Você deve realizar exames médicos e saber quais são suas intensidades de esforço atuais. A partir daqui, aconselho-te que uses treinos tipo (HIIT), mas tendo em conta as suas intensidades de esforço atuais, sem excederte.

Pensar no que não bajarás de peso se não sentes

  • Perder peso ou melhorar a sua composição corporal (%de gordura vs músculo) não deve ser às custas de ações restritivas, monótonas e que não possa implementar para sempre. Se o que você come não gosta, se o treinamento que você se cansar, nunca conseguirá adquirir bons hábitos. Portanto, tenha paciência e, se quiser agora encoste-se de um profissional da dietética e da nutrição e outro do exercício físico e a saúde, por exemplo, para que vá enseñándote como introduzir alimentos saudáveis e pouco a pouco, ou para que um profissional do treino te ensina os métodos de treino que se sentem bem em suas características pessoais e, acima de tudo, que se divirtam.

Você pode fazer muito, com ações simples, fora de seu treinamento

  • Não se esqueça que, além de treinar, pode-se fazer coisas tão simples como:Subir as escadas no lugar de pegar o elevador.Baixar uma paragem antes do seu destino no autocarro ou de metro.Ir de bicicleta em vez de carro.Se não, você pode ir em bicicleta, que vê o trabalho em transporte público e, para voltar, fazê-lo a pé.

Ignorar o princípio de formação de regularidade

  • Os treinos isolados, por árdua que seja, não te levará a lugar nenhum. Sei regular treinando a cada semana. Duas ou três vezes por semana.

Centrar a sua formação nas longas sessões cardiovasculares

  • Fazer exercício aeróbico (média-baixa intensidade) está muito bem para uma fase inicial de mudança de hábitos com o exercício. Pode mesmo estar muito bem para qualquer momento se quiser variar o seu treino e de seguir fundamentado, combinando-a com outros dias de exercícios de força. Você pode também servir como um trabalho regenerativo depois de mais um dia de treinamento intenso de força anterior. Mas tenha em mente que, se você tem pouco tempo, ficou demonstrado há muitos anos (desde 1900-1930 concretamente) que o treino curto interválico de alta intensidade (HIIT), dá melhores resultados que o exercício cardiovascular (aeróbico) de longa duração. Fica demonstrado também por vários estudos com evidência científica, que os treinos curtos e intensos geram maior adesão ao exercício, que os de baixa intensidade e longa duração. Além disso, se você tem excesso de peso excessivo, entrar a correr duas horas por dia nunca será a sua melhor opção no início. Isso. Se a sua agenda permitir, claro.

Treinar apenas as partes de seu corpo que você não gosta

  • Se você quer ter uma barriga lisa, não concentrar-se em fazer “2000 abdominais” a cada dia. Um bom planejamento do treinamento contempla o exercício físico de todas as partes de seu corpo. Além disso, nem sequer há necessidade de que você faça exercícios separando partes de seu corpo, como os braços, abdominais ou o que você quiser. Pode realizar exercícios globais como thrusters, flexões de braços, remos no TRX, entre muitos outros. Treine todo o corpo, em cada sessão, a intensidade adequada às suas características e seu corpo queimará mais calorias durante o treino e, nas 48h após. Muita opção melhor do que matá-lo para abdominais a cada dia.

Em treinamento para a saúde, as bebidas isotónicas não são necessárias

  • Treinar 3 vezes por semana, 1 hora por sessão, por intensa que seja a sua sessão, não é suficiente para ter que ingerir bebidas isotónicas. Tranquilo, você está fora de qualquer perigo. Bebe água.

Para terminar, se você tem pouco tempo por ter uma agenda apertada (algo normal em uma sociedade em que vivemos) e não gosta de se inscrever para um ginásio, não posso deixar de recomendar o meu novo livro: “Os 30 Malditos”. Um livro que tenho escrito, dentro de casa (Men’s Health Portugal) em que você encontrará:

  • Uma metodologia com exercícios fáceis que todo mundo conhece.
  • Exercícios com o próprio peso do corpo (sem material).
  • Sessões de treino curtas (30′ aprox. no total).
  • Um método que não entende de espaço. Pode realizar em qualquer rlugar onde caiba o seu corpo esticado.
  • Uma metodologia que prevê que, talvez, você quer iniciar seu processo de mudança treinando com alguém e, por isso, te proponho como realizá-lo por casais. Embora com diferente nível.
  • Uma forma de alimentarte, de maneira geral, de forma saudável e que te ajudará a cumprir seu objetivo de melhorar seus parâmetros de saúde e, como consequência, a sua imagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *