6 chaves para um alto nível de testosterona e criar massa muscular

#1 NÃO DISMINUYAS A TOMADA DE GORDURAS SAUDÁVEIS Seguir uma dieta baixa em gordura, é a melhor forma de destruir a sua produção de testosterona. Os hormônios estão criadas as gorduras e o colesterol. Aproximadamente 30% da ingestão diária deve ser proveniente da gordura, mas há casos que pode chegar a ser até superior. Use alimentos como azeite de oliva, nozes, óleo de coco, abacate, por exemplo, para fazer…

Great looking men posing by the wall after workout

#1 NÃO DISMINUYAS A TOMADA DE GORDURAS SAUDÁVEIS

Seguir uma dieta baixa em gordura, é a melhor forma de destruir a sua produção de testosterona. Os hormônios estão criadas as gorduras e o colesterol. Aproximadamente 30% da ingestão diária deve ser proveniente da gordura, mas há casos que pode chegar a ser até superior.

Use alimentos como azeite de oliva, nozes, óleo de coco, abacate, por exemplo, para realizar estas contribuições.

#2 APROVISIÓNATE BEM DE VITAMINAS E MINERAIS

Existem uma série de micronutrientes essenciais para o desenvolvimento hormonal e, mais ainda, no caso da testosterona. Em teoria, com uma boa alimentação, devemos estar abrangidos, mas em alguns casos pode ser necessário um aporte superior:

Atento à Vitamina A, Complexo B, Vitamina D3, Zinco, Magnésio e Selênio.

Se cubres esses requisitos, com certeza você conseguir um extra na hora de criar massa muscular.

#3 EVITE OS AÇÚCARES

Além de muitos outros problemas, uma dieta rica em açúcar (principalmente o refinado), é a causa de um baixo nível de testosterona. Vai favorecer o depósito de gordura e um elevado nível de gordura corporal vai desembocar em um nível elevado de enzima aromatase, o que fará com que a sua testosterona se transforma em estrogênio.

O açúcar, como sabemos, é muito viciante, já que o corpo cria dependência dele. Assim que cortá-lo de um início seria arriscado, porém seria beuno que pouco a pouco vá reduzindo para notar seus benefícios.

#4 GANHA UM SONO PROFUNDO DE QUALIDADE

À noite é quando se produz uma máxima atividade hormonal do nosso corpo. Quanto mais profundo é o sonho, maior é esta atividade.

Hoje em dia se dedicam muitas horas em redes sociais, televisão, whatsapp… você já parou para pensar quantas pessoas cotilleas ou miras e que você nunca verá em pessoa? Como você se dá conta do precioso tempo de descanso que se perde quando se faz isso?

Elimina esses hábitos na hora de ir para a cama, e ver melhorada a qualidade do sono. As palestras são sempre melhor diante de um bom café, que diante de uma tela de telefone.

Se ainda assim você não relaxar ao dormir, pode ser que uma pequena suplementação de Magnésio controlada por um especialista, possa ajudá-lo, não o descarte. É um ótimo relaxante muscualr e favorecer um sono relaxante.

#5 TREINA DURO E PESADO, CONCENTRANDO-SE EM EXERCÍCIOS MULTIARTICULARES

Quem não vai ao ginásio e vá para a gente treinar bíceps concentrado ou exercícios de braço? Concentre-se em exercícios que envolvam grandes grupos musculares, como agachamento, peso morto, ou o supino.

45 minutos de exercícios deste tipo executados com grandes cargas farão com que a sua testosterona se coloque nas nuvens e acha boa quantidade de massa muscular.

#6 EVITE O ÁLCOOL

Se não conseguir elevar os níveis de testosterona, acredite em mim quando te digo que algumas bebidas não vão favorecer em nada. O álcool aumenta a conversão de testosterona em estrogênio. Acredita-Se que pode até ser o motivo que nos coloquemos emocionalmente sensíveis quando tomamos álcool.

De fato, o caso da cerveja é até mais problemático. É altamente estrogênica, o que, em muitos casos, além da elevação da insulina o que provoca o acumulo na região abdominal, pode ser o motivo por que os grandes bebedores de cerveja têm o peito caído e os abdómenes inchados.

Não estou falando de não voltar a beber na sua vida, mas se você quiser tirar o máximo partido do seu treino, você deve minimizar seu consumo. Assim darás a volta à situação e maximizar seus níveis de testosterona.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *